Projeto de Extensão de Saneamento Ambiental da Engenharia Civil são apresentados ao público


mreAo longo do primeiro semestre do ano letivo de 2018, os alunos do 9º período do curso de Engenharia Civil do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix desenvolveram trabalhos para a disciplina de Saneamento Ambiental.

Com o objetivo de expor para a comunidade acadêmica e público geral a importância ambiental e social das obras sustentáveis de saneamento ambiental, exposições de maquetes e banners foram realizadas no Prédio 2 do Izabela Hendrix, onde alunos e visitantes puderam conferir os protótipos físicos dos projetos.

Os projetos desenvolvidos alcançaram grande êxito quanto ao empenho, interesse e comprometimento dos alunos que, juntamente as docentes envolvidas realizaram visitas técnicas voltadas para o andamento dos trabalhos. Entre os órgãos públicos e privados que foram destinos de visitação estão a Copasa - Estação de Tratamento de Água e Esgoto em Belo Horizonte (MG) e o Aterro Sanitário, Incinerador e Autoclavagem em Betim (MG).

Indagada sobre a importância do papel dos alunos no projeto, a professora responsável pelo andamento dos trabalhos, Adilza Condessa Dode, conta que a visita técnica tem papel fundamental para contribuir com a formação profissional dos futuros Engenheiros do Curso de Engenharia Civil do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix e pontua: “É uma oportunidade de aprendizado e estímulo para futuras atuações no mercado de trabalho e pesquisas científicas.”

A possibilidade de praticar as teorias adquiridas em sala de aula complementa os recursos metodológicos de ensino, que é capaz de potencializar a educação profissional. “Todos os discentes precisam ter a oportunidade de conhecer e verificar as aulas práticas e o funcionamento nas empresas e no mercado de trabalho, como forma de rever os conceitos teórico-metodológicos e expressar o diálogo produzido em sala de aula.”, afirma.

Gleidson Santos, aluno do 9º período de Engenharia Civil do CEUNIH que participou do projeto agradece a professora Adilza por sua dedicação e o por compartilhar seu conhecimento. “As lições que aprendemos com você se tornarão aprendizados que levaremos para sempre conosco.”, declara.

Gleidson diz que a ideia inicial do projeto seria uma casa móvel autossustentável para moradores de rua, mas por direcionamento dos fatos não foi possível executá-la. A sustentabilidade foi uma das pautas mais trabalhadas, sendo assim, mesmo com a primeira ideia descartada, outros assuntos como “abastecimento de água, estação de tratamento de esgoto, doenças relacionadas com o esgoto, tratamento de resíduos e aterro sanitário, foram temas constantes e muito bem discutidos em sala de aula, de maneira geral nos foi apresentados muitos artigos sobre estes assuntos, também tivemos a oportunidade de conhecer de perto alguns desses processos como o tratamento de água e aterro sanitário por meio de visitas técnicas propostas pela nossa professora”, explica.

Seu trabalho teve como tema e forma de apresentação uma maquete de uma casa autossustentável, onde foram abordadas alternativas sustentáveis como aproveitamento de água pluvial contribuindo para o uso racional da água, fonte de energia própria por meio de placas fotovoltaicas e coleta seletiva. O projeto foi apresentado em sala de aula e exposto no espaço coletivo da faculdade. Por fim, Gleidson conta que sua participação foi uma experiência satisfatória e de uma importância imensurável que será responsável por sua inserção no mercado de trabalho. “Serei um profissional consciente, capaz de compreender o efeito da ação antrópica no meio ambiente e conceber e dimensionar soluções com adequações ambientais.”, pontua.

Lista das ações desenvolvidas durante o Projeto de Extensão de Saneamento Ambiental da Engenharia Civil:

1.Casa Sustentável (aquecedor solar, telhado verde, coletor de água pluvial, miniestação de tratamento de água e esgoto, móveis de madeira certificada, área externa permeável e vegetada; uso de separadores de lixo reciclável).
2.Estação de Tratamento de Água - ETA;
3.Aterro Sanitário;
4.Alternativa Sustentável: Tratamento de Esgoto;
5.Principais Doenças Causadas pela Falta de Saneamento Básico;
6.Sistema de Tratamento de Efluentes Ecológico;
7.Reuso da Água Pluvial em Edificações Residenciais - Análise a Partir de um Estudo de Caso;
8.Análise dos Pontos de Coleta de Óleo Vegetal Domiciliar em Belo Horizonte Quanto sua Localização e Acessibilidade;
9.Área de Transbordo e Triagem de Resíduos de Construção Civil (ATT);
10.Reaproveitamento de Águas Pluviais;
11.Biogás: Uma Solução para Aterros Sanitários e Aproveitamento Energético.
12.Gestão de Resíduos na Construção Civil;
13.Coleta Seletiva.

Listas de empresas-destino das Visitas Técnicas realizadas

1.Usina Hidrelétrica de Itaipu;
2.Usina Nuclear Angra dos Reis;
3.Estação de Tratamento de Água- COPASA;
4.Estação de Tratamento de Esgoto - COPASA;
5.PETROBRAS;
6.USIMINAS;
7.FIAT;
8.MAGNESITA;
9.SADA FORJAS - Sete Lagoas;
10.USIMINAS - Ipatinga;
11.Mineradora - Capão Xavier;
12.PETROBRAS – Betim;
13.Estação Ecológica da UFMG;
14.Via Solo – Betim.

mre

fonte: http://izabelahendrix.edu.br/engenharia/engenharia-civil/noticias/projeto-de-extensao-de-saneamento-ambiental-da-engenharia-civil-sao-apresentados-ao-publico

 

 


Voltar ao topo